Share
 
 
 
Domingo, 18 de Novembro de 2018


Publicite no Portal HACCP

subscreva o nosso feed rss
Bookmark e Partilhar Facebook Twitter

Untitled Document
Registo
Login

Registe-se

Recuperar Password

Untitled Document
Pub
 
 
Untitled Document
Conteúdos
 Transporte de Bens Alimentares

 HACCP

 Alimentação

 Microbiologia Alimentar

 Higiene Alimentar

 Conservação de Alimentos

 Limpeza e Desinfecção

 Actualidades

 Agricultura Biologica

 Doenças de Oirgem Alimentar

 Rotulagem

 Organismos Geneticamente Modificados

 Produtos Tradicionais (DOP, IGP, ETG)

 Entidades de Segurança Alimentar

Mais Conteudos 

Conteúdos - Segurança Alimentar
 
 

Como comprar peixe?


O peixe é um alimento que se degrada facilmente pelo que saber comprá-lo é fundamental. Aqui ficam alguns conselhos práticos.



Peixe fresco


• Os olhos devem estar brilhantes e de aspecto vivo;

• As guelras devem estar bem vermelhas;

• A carne deve estar dura;

• Não comprar se o peixe exalar cheiro a amoníaco;

• Não é aconselhável comprar a mistura de peixes já cortados e arranjados, pois podem ser aproveitamentos (restos).




Peixe de aquicultura


• O peixe de aquicultura tem o mesmo tipo de nutrientes essenciais do que o peixe acabado de ser pescado no mar, mas com preços mais acessíveis. Pode por isso ser considerado uma boa alternativa sempre que as aquiculturas cumpram as leis vigentes.



Peixe congelado


O peixe congelado mantém o mesmo sabor e o mesmo valor nutritivo do peixe fresco, tendo a vantagem de ser um alimento microbiologicamente mais seguro e mais económico.

Contudo é necessário ter em atenção as condições de congelamento:

• A embalagem deve estar hermeticamente fechada, para evitar contaminações;

• A embalagem não deve conter por dentro gelo solto;

• O compartimento deve estar no mínimo a – 18º centígrados;

• O tempo de congelação não deve ser superior a dois meses.



Peixe em conserva


• Os enlatados também podem ser uma opção, mas devem ser utilizados com menos frequência uma vez que têm necessariamente aditivos para conservação a longo prazo.

• Pode utilizar o molho da conserva para temperar em vez de usar outra gordura porque deste modo aproveita os nutrientes que passaram do peixe para o molho. A sardinha em lata é uma boa opção pois como se pode comer a espinha é uma boa fonte de cálcio.





(*) Fonte: Médicos de Portugal

 
   

Ajuda