Share
 
 
 
Sábado, 27 de Maio de 2017


Publicite no Portal HACCP

subscreva o nosso feed rss
Bookmark e Partilhar Facebook Twitter

Untitled Document
Registo
Login

Registe-se

Recuperar Password

Untitled Document
Pub
 
 
Untitled Document
Conteúdos
 Transporte de Bens Alimentares

 HACCP

 Alimentação

 Microbiologia Alimentar

 Higiene Alimentar

 Conservação de Alimentos

 Limpeza e Desinfecção

 Actualidades

 Agricultura Biologica

 Doenças de Oirgem Alimentar

 Rotulagem

 Organismos Geneticamente Modificados

 Produtos Tradicionais (DOP, IGP, ETG)

 Entidades de Segurança Alimentar

Mais Conteudos 

Conteúdos - Segurança Alimentar
 
 
Aditivos Alimentares
 
Um aditivo alimentar é uma substância química estranha a um alimento que nele é voluntariamente incorporada, geralmente em pequena quantidade, com a finalidade de melhorar a textura, viscosidade, cor, sabor ou prevenir a sua deterioração (oxidação, crescimento microbiano, desidratação, desestabilização, ou outra mudança indesejável).

É um método que vem sendo muito utilizado para atender às necessidades criadas pelo transporte a grandes distâncias, pelo armazenamento por períodos mais longos e pela necessidade de se apresentar ao consumidor produtos atraentes e disponíveis durante todo o ano.

Os aditivos utilizados especificamente com o objectivo de prolongar a conservação dos alimentos são chamados agentes químicos de conservação ou conservantes químicos. A utilização destes conservantes visa a inibição do crescimento e da actividade dos microrganismos.

Os agentes de conservação podem prejudicar as trocas celulares dos microrganismos, a actividade das suas enzimas, os mecanismos de síntese ou de reprodução, ou, então, modificar as condições físico-químicas do alimento, tornando-o menos propício ao desenvolvimento microbiano.

Os conservantes químicos são geralmente utilizados como complemento de outros métodos de conservação (refrigeração, desidratação, tratamentos térmicos, etc.). A sensibilidade dos microrganismos a cada um dos conservantes varia conforme as espécies.


Conservantes Químicos Mais Importantes
  • ácidos orgânicos e seus sais
  • antioxidantes fenólicos
  • açúcares e álcoois
  • sais inorgânicos
  • gases esterilizantes

A Eficácia de um Conservante Depende dos Seguintes Factores
  • concentração utilizada, uma vez que a eficácia aumenta com a dose
  • carga microbiana inicial; é mais difícil controlar uma população microbiana bem estabelecida do que microrganismos na fase latente
  • tipo de microrganismo; nenhum conservante químico pode agir sobre todos os tipos de microrganismos ao mesmo tempo
  • condições de armazenamento e das condições físico-químicas dos alimentos, visto que os microrganismos dispostos num ambiente desfavorável são mais sensíveis aos conservantes químicos

Características de um Bom Agente Químico de Conservação
  • agir sobre um grande número de microrganismos
  • não ser tóxico nem indigesto para consumidores
  • ser facilmente solúvel e uniformemente distribuído no alimento
  • ser eficaz em pequenas doses
  • não modificar as qualidades organolépticas do alimento
  • não mascarar a má qualidade do alimento

 
Aditivos Mais Comuns
 

 

 

 

 

 
   

Ajuda